Subiu de sete para nove o número de mortes violentas na comparação entre os dois últimos finais de semana na região do Cariri. Neste, foram três homicídios, duas mortes em acidentes de trânsito, dois casos de afogamentos, um suicídio e um achado de cadáver. Segundo levantamento feito pelo Site Miséria, foram três corpos de Farias Brito, dois de Juazeiro e os demais de Jardim, Mauriti, Barbalha e Nova Olinda.

Por volta das 7 horas da manhã deste sábado morreu num dos leitos do Hospital Regional do Cariri (HRC) em Juazeiro do Norte o agricultor Francisco Jorge Pereira, de 49 anos de idade. Ele se encontrava internado desde que sofreu um acidente com motocicleta perto de sua casa no Sítio Ribeiro (Distrito de Barreiro dos Jorges) na zona rural de Farias Brito.

Cerca de dez horas depois familiares encontraram o corpo de João Hipólito da Silva, de 62 anos, dentro de sua casa onde morava sozinho no Sitio Coitezeiras a uma distância média de 20 Km para o centro de Jardim. O mesmo andava depressivo desde o recente falecimento de sua mulher e praticou o suicídio por meio de enforcamento. Uma patrulha da PM de Jardim esteve no local adotando as providências.

Às 19 horas, entre os Distritos de Buritizinho e São Félix na zona rural de Mauriti, o agricultor Henrique Evangelista de Souza, de 49 anos, morreu num acidente de trânsito. Segundo populares, ele tinha ingerido bebidas alcoólicas e pilotava sua moto Honda CG 150 de cor vermelha pela estrada quando bateu num veículo Gol de cor branca e faleceu no local do acidente. Henrique seguia na direção de sua residência no Sítio Olho Dágua de Mararupa em Mauriti.

Meia hora após, na estrada carroçável que liga os municípios de Barbalha e Porteiras na Chapada do Araripe, foi encontrado o cadáver de um homem apresentando avançado estado de decomposição. Segundo uma patrulha da Companhia de Barbalha com o Sargento Ribeiro e os Soldados Johnathan, Santan e F. Souza, que esteve no local, não foi possível definir a causa da morte e nem a identificação.

Já às 22 horas, ainda de sábado na Rua João Domingos (Bairro Portelinha) em Nova Olinda, Antonio Andevan Cosmo da Costa, de 25, foi morto com sete tiros de pistola dentro de casa por dois homens que chegaram numa moto Honda Biz abandonada depois. Ele era suspeito de envolvimento com o tráfico de drogas e testemunha do assassinato do ex-presidiário José Ricardo Lima Teixeira, de 20 anos, em julho de 2012, apontando como acusado José Diniz Cardoso de Lima Júnior, o “Júnior da Portelinha”.

Por volta das 19h30min de domingo, na Rua Manoel Gomes de Matos (Betolândia) em Juazeiro, foram mortos a tiros Caio Rodrigues Bezerra, de 23, e Luis Carlos Oliveira da Silva, de 38 anos, o “Carlinhos”. O primeiro morava naquela via e tinha sido preso no sábado numa “boca de fumo” e o outro residia na Rua Vereador Antônio Braz (Limoeiro) e não tinha passagens pela polícia. Carlinhos ía deixar o amigo em casa na sua moto Honda Biz 125 de cor preta após participarem de um bingo.

Por volta das 6 horas desta segunda-feira populares encontraram os corpos do agricultor João Rosendo de Souza, de 43 anos, e seu sobrinho Antonio Cauã Rosendo da Silva, de 11 anos, que residiam no Sítio Riacho da Roça em Farias Brito. Eles saíram na manhã de ontem de casa e iam à residência de um parente no que teriam que cruzar o chamado Açude de Zé Loló o qual invadiu uma parte baixa da estrada vicinal com as últimas chuvas. Nisso, foram arrastados pela correnteza e só encontrados esta manhã.

Por Demontier Tenório

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here