ESCLARECIMENTOS À POPULAÇÃO

A Prefeitura Municipal de Verdejante, através da Secretaria de Educação, exercendo seu direito de resposta, vem esclarecer à toda população que o verdadeiro motivo pelo qual tivemos que adiar o início das aulas foi a impossibilidade de transportar nossos estudantes que em sua grande maioria necessitam para chegar até suas Unidades de Ensino já que as estradas tornaram-se intransitáveis devido as fortes chuvas ocorridas em nossa região.
Enfatizamos que esses 10 (dez) dias letivos serão recuperados no decorrer do ano letivo, uma vez que somos conscientes da nossa responsabilidade em garantir os 200 (duzentos) dias exigidos pela LDB e o calendário já foi adequado para que não haja prejuízo para os estudantes.
Os demais motivos citados na referida denúncia, que caracterizam motivações político partidárias e que não condizem com a realidade são desconhecidos por essa gestão que prima pelo compromisso em oferecer com qualidade e responsabilidade os serviços básicos a toda comunidade escolar.
• Não há falta de pagamento aos professores, pois, o salário de janeiro foi pago em dia e em fevereiro será repassada a atualização do Piso Salarial Nacional dos Profissionais do Magistério juntamente com o retroativo de janeiro;
• O atraso no salário de alguns transportadores, está sendo negociado com os mesmos quenão se negam a iniciar os serviços de transporte dos estudantes;
• A Escola que recebemos inacabada não impede o início das aulas no Sítio Riacho Verde II, pois além das demais providências para concluir a obra, os alunos serão recebidos e transportados com todo conforto e segurança no Prédio da Creche Matilde Antonia, localizada a dois quilômetros daquela localidade.
Portanto, se faz necessário destacar que afirmações levianas e inverdades veiculadas em veículos de comunicação são passíveis de investigação e punição aos seus autores, pelas consequências desastrosas, na medida em que têm a intenção nítida de alienar a população que por quatro longos anos sofreram o descaso por parte dos gestores públicos que não demonstraram nenhuma preocupação com o bem estar das pessoas.
Salientamos ainda que a Escola abandonada mostrada nas fotos foi um projeto da Gestão de Haroldo Tavares, (2009/2012)que deixou aprovado e com recurso em conta para que fosse construída pela gestão que o sucedeu. A mesma executou, porém recebemos a obra inacabada, não cumpriram a contrapartida de construir o muro, deixando a mesma abandonada desde dois mil e treze, ficando para a nossa gestão o desafio de concluir a obra, construir o muro sem recurso em conta e apenas 94% da obra construída de acordo com a fiscalização do FNDE, realizada recentemente.

ESCOLA INACABADA E ABANDONADA EM 2013
É importante destacar que todas às providências legais já foram tomadas no sentido de resolver o problema, inclusive notificação à empresa construtora.
O nosso compromisso com o cumprimento do calendário Escolar, sempre foi prioridade da nossa Gestão, onde sempre buscamos atender com zelo toda nossa comunidade Escolar com providências e Políticas Públicas de Qualidade, não priorizamos a Política Partidária pois a nossa gestão é para todos.
Para maiores esclarecimentos e comprovação dos fatos, estamos à disposição dos veículos de comunicação e de todos os cidadãos do nosso município que por ventura venha a se sentir prejudicado em seus direitos em relação à Educação Municipal.

 

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here