No mês de maio, o presidente Michel Temer (MDB) viaja ao sudeste asiático e deve ser substituído pela ministra e presidente do Supremo Tribunal Federal (STF), Cármen Lúcia.

O primeiro substituto de Temer é o presidente da Câmara, Rodrigo Maia (DEM), que não pode assumir a cadeira por ser candidato à reeleição pelo Rio de Janeiro.

O segundo é o presidente do Senado, Eunício Oliveira (MDB), candidato à reeleição pelo Ceará. Ambos estão impedidos de assumir o posto porque ficariam inelegíveis.

Como lembra o site Nem Amigo Nem Inimigo, com o comando do país interinamente, Cármen Lúcia acumular de uma vez só três presidências: a da República, a do Supremo Tribunal Federal e a do Conselho Nacional de Justiça.

Blog: O Povo com a Notícia

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here