Alguns governadores se queixaram dos R$ 42 bilhões anunciados pelo presidente Michel Temer (MDB) para reequipar as polícias estaduais, por serem um financiamento, mas o governador de Pernambuco, Paulo Câmara (PSB) deu declarações muito contidas.

Na semana passada, ao comentar a criação do Ministério da Segurança, o governador foi bem mais enfático ao dizer que o governo federal tratava a segurança pública de forma improvisada, o que foi devidamente anotado pelo Palácio do Planalto. Na próxima semana, Paulo encontra-se com o ministro da Segurança, Raul Jungmann, para tratar de questões pontuais, mas antes disso o assunto promete esquentar. Amanhã, a violência voltará a ser debatida pelo grupo de oposições que se reúne em Caruaru.

A elevada criminalidade sempre foi um ponto fraco do governo Paulo e, claro, um prato cheio para os adversários. Ontem (1º), por exemplo, ao falar sobre a questão, o senador Fernando Bezerra Coelho (MDB ) destacou que “o fracasso do governo estadual na área de segurança é tão devastador que me parece ridículo que agora eles queiram transferir a responsabilidade para o governo federal”. (fonte: Diário de Pernambuco/ foto: Blog do Carlos Britto)

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here