O ganhador do prêmio Nobel da Paz em 1980, o ativista argentino Adolfo Pérez Esquivel, afirmou nesta sexta-feira (2) que quer indicar o ex-presidente brasileiro Luiz Inácio Lula da Silva (PT) para o prêmio. Os dois se encontraram na sede do Instituto Lula, em São Paulo, nesta sexta.

Após o encontro, o ativista declarou em seu site que irá sugerir o nome do ex-presidente ao comitê norueguês do Nobel, responsável por escolher o ganhador do prêmio da paz.

Esquivel afirmou ainda que escolheu Lula porque, em seu governo, milhões de pessoas saíram da pobreza extrema, a desigualdade foi diminuída e o índice de desenvolvimento humano aumentou.

Ainda de acordo com Adolfo Pérez, o impeachment de Dilma Roussef, em 2016, acabou com a democracia existente no Brasil e que “defender a candidatura de Lula é defender a volta da democracia brasileira”, afirma o ativista em relação à possível concorrência do petista ao cargo este ano.

Pérez foi torturado entre 1976 e 1983 durante a ditadura militar argentina. Em 1980 recebeu a honraria do Nobel da Paz, segundo o site do prêmio, por sua “corajoa luta não-violenta” contra o regime.

O vencedor do Nobel da Paz será anunciado em outubro. A ganhadora do ano passado foi a Campanha Internacional para a Abolição de Armas Nucleares. (Diario de PE)

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here