Representando a cultura, criatividade e hospitalidade do povo petrolinense, a chave da cidade, que foi confeccionada na Oficina do Artesão, foi entregue ontem (3) pelo prefeito de Petrolina, Miguel Coelho ao novo bispo da cidade, Dom Francisco Canindé Palhano. Como este Blog mostrou, a cerimônia de posse do novo bispo aconteceu na Igreja Matriz e foi acompanhada por moradores, autoridades religiosas, militares e civis como o senador Fernando Bezerra e o arcebispo de Olinda e Recife, Dom Fernando Saburido.

Após a entrega da peça simbólica, o gestor deu as boas vindas e ressaltou a importância do bispo não apenas para a comunidade católica, mas para toda a população da região sanfranciscana. “Petrolina se orgulha de sua gente e de sua história e, ao longo desse tempo, tivemos grandes bispos como Dom Malan e Dom Avelar. Agora, o senhor chega para nos ensinar e deixar cravado o nome na história de Petrolina. Em nome do povo de nossa cidade, que escolheu esse jovem de 27 anos líder político, dou as boas vindas e seja nosso líder espiritual e guia”, discursou o prefeito perante a multidão de fiéis.

Dom Francisco Canindé Palhano, 69 anos, será o oitavo líder da Diocese de Petrolina. Nascido em São José de Mipibu (RN), Dom Francisco é mestre em Teologia Moral, pela Academia Alfonsiana da Pontifícia Universidade Lateranense, em Roma, e antes de liderar o episcopado de Petrolina, foi o bispo de Senhor do Bonfim (norte da Bahia) por 11 anos.

Após a cerimônia na igreja matriz, o novo bispo seguiu com as autoridades para a Catedral, onde foi celebrada uma missa para milhares de fiéis, que lotaram a igreja e os degraus da concha acústica na área externa. Agora, o novo bispo irá liderar a comunidade católica e administrar a Diocese de Petrolina pelos próximos anos. (Foto/Divulgação)

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here