Dois anos após o site Miséria fazer uma matéria sobre os buracos na Rodovia Asa Branca, que liga os estados do Ceará e Pernambuco, a situação se agravou. Em 23 de janeiro de 2016 eram 15 quilômetros onde o asfalto praticamente não existia. Em 9 de março de 2018 são mais de 80 quilômetros de via comprometida.

Novamente o topiqueiro Ancelmo Alves Barreto gravou um vídeo mostrando a situação em que se encontra a rodovia. Em 2016 ele também repassou vídeo mostrando a realidade na época.

“Hoje está pior a situação. Um longo trecho do Pernambuco está praticamente intransitável. Desceu a serra para Exu e até Ouricuri é um buraco só”, reclamou o topiqueiro que faz linha de Ouricuri a Juazeiro do Norte diariamente.

Ancelmo revelou ainda que conversou com um servidor do Departamento de Estradas de Rodagem do Estado de Pernambuco (DER-PE), que fazia um trabalho para conter a erosão na serra (Chapada do Araripe) e questionou “quando começa as obras de tapa-buraco na rodovia”. A reposta do servidor foi que “não há previsão para início”

O topiqueiro ponderou também sobre o preço do IPVA (Imposto sobre a propriedade de veículos automotores) no Pernambuco. Segundo ele, a valor pago em imposto, exercício 2018, da Topic que ele trabalha foi de R$ 2.100. No Ceará, o valor para o veículo do mesmo modelo o valor caí R$ 1.000.

No trecho do Ceará, a situação é a mesma de dois anos atrás. São em média 15 quilômetros de estrada praticamente destruída. “Já faz quatro dias sem chuva e o pessoal não inicia as obras de tapa-buraco”, disse Ancelmo afirmando ter falado com servidor do DER-CE e ele garantiu que passando as chuvas, as obras começariam

Por João Boaventura Neto

Miséria.com.br

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here