Um internauta fez um alerta de água empoçada em estação de tratamento de esgoto abandonada na cidade de Floresta, no Sertão Pernambucano.

A obra é avaliada em mais de R$ 10 milhões e está abandonada em Floresta, no Sertão de Pernambuco. O sistema de tratamento de esgoto começou a sair do papel por volta de 2008. Apesar da Codevasf ter investido aproximadamente R$ 2 milhões na cidade, o esgoto continua sendo despejado irregularmente no Rio Pajeú, o qual deságua no Rio São Francisco.

Com isso a obra localizada na estrada para a fazenda Paus Pretos se tornou um ponto de acúmulo de água parada o que propicia o surgimento de um foco de mosquito da dengue.

O Blog do Elvis entrou em contato com a assessoria de imprensa da Codevasf para saber o motivo pelo qual a obra encontra-se parada e se existe algum prazo para a retomada e finalização da mesma, a Codevasf enviou como resposta uma nota, confira abaixo na íntegra:

O contrato com a empresa que realizaria a obra previa a execução dos esgotamentos sanitários não só de Floresta, mas também de Itacuruba e Petrolândia. Entretanto, estes dois últimos municípios não obtiveram licença ambiental. Diante da impossibilidade de executar o contrato por completo, como havia sido acordado, a empresa pediu o encerramento do mesmo. O que ocorreu, oficialmente, em dezembro de 2014.

Não há prazo definido para a obra ser retomada e finalizada. Este prazo depende de disponibilização de recursos, direto do Ministério do Planejamento/ Ministério da Integração. Até o momento ainda não há nada de concreto referente a isso.

Atenciosamente,

CODEVASF EM PERNAMBUCO – 3ª SR

Comunicação e Promoção Institucional

Via Blog do Elvis/NE10

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here